Síndrome do Piriforme

O músculo piriforme possui função primária de rotação externa do quadril na posição neutra e abdução do quadril, com o mesmo flexionado em cadeia cinética aberta. Em cadeia cinética fechada age como extensor e rotador externo do quadril.


Síndrome do Piriforme

A síndrome do piriforme é uma importante causa de dor na região glútea que pode ser frequentemente acompanhada de ciatalgia. As restrições de extensibilidade do músculo piriforme pode limitar a rotação interna do quadril, comprimir o nervo isquiático ou produzir estresse anormal na articulação sacroilíaca.


Apesar de se apresentar como umas das principais causas das dores lombares, seu diagnóstico correto é demorado. As causas mais comuns são traumas na região glútea ou pelve, pois podem gerar inflamação, edema e espasmos, resultado da compressão do nervo contra o ísquio.


Os sinais e sintomas clínicos são:

- Dor unilateral na região glútea, especialmente sobre a incisão isquiática maior e o músculo piriforme.

- Parestesia, geralmente irradiadas para a coxa e perna

- Dor a palpação.

 

Para ver os exercícios relacionados a este e a outros tratamentos acesse nosso instagram @institutowolt


Caso apresente esta patologia, agende uma avaliação conosco. Contamos com uma equipe de especialistas formada por fisioterapeutas, médicos e profissionais de educação física.